08 janeiro 2013

Termografia


Termografia é uma modalidade de manutenção preventiva efetuada com a utilização de uma câmera especial que transforma a radiação infravermelha invisível ao olho humano em uma imagem visível para a análise dos padrões térmicos do equipamento inspecionado.

  
Câmera termográfica

Através dos dados de temperatura obtidos pela termografia, um laudo técnico com os respectivos termogramas e registros fotográficos indicará as distorções operacionais e suas respectivas ações corretivas.
Com a termografia é possível realizar...:

- Análise de distribuição de temperatura e detecção de anomalias por sobreaquecimento em equipamentos mecânicos e elétricos:



- Localização de fugas e defeitos em isolamentos térmicos – quente / frio -/ Inspeção de sistemas de Aquecimento / Ventilação e Ar Condicionado (HVAC):

 



- Reconhecimento prematuro de componentes defeituosos 
ou com “maus” contatos:




- Sobrecarga em circuitos elétricos:



- Verificação de níveis de tanques, etc...:


. . . 
As correções efetuadas a partir dos dados obtidos pela termografia irão prevenir riscos de incêndio, falhas com danos catastróficos, paralisações súbitas e prolongarão a eficiência operacional dos diversos sistemas.
Estatísticas internacionais indicam a possibilidade uma sensível redução de custos de manutenção – entre 20% e 50% após a realização das correções apontadas em laudos de termografia.
Imagens termográficas em tons claros correspondem às regiões de maior temperatura. Tons escuros indicarão áreas mais frias.
O mapeamento termográfico é realizado sem nenhum contato físico com o equipamento. Não é necessário o desligamento e/ou paralisação dos sistemas / equipamentos analisados.
Os equipamentos deverão estar em funcionamento, a plena carga, por um período de pelo menos 1 hora antes da inspeção termográfica.
Utilizam-se como máxima temperatura admissível (MTA) de componentes de diversos fabricantes, valores indicativos obtidos através de ensaios e experiência em campo, de acordo com a classificação abaixo:
ALTA TENSÃO:
   Componentes com tensão de trabalho acima de 1KV.
  • MTA = 30°C + Temperatura Ambiente.
    Obs. Considerando-se o Para-raios um equipamento de alto risco o seu MTA = (1°C + Temperatura Ambiente).
BAIXA TENSÃO:
        
       ·         Cabos Isolados e Terminais: MTA = 70°C.
  • Barramentos e Conexões (Cobre / Alumínio): MTA = 100°C.
  • Contatos e Articulações de Seccionadoras e Disjuntores: MTA = 100°C.
  • Corpos de Fusíveis: MTA = 100°C.
  • Demais componentes: MTA = 25°C + Temperatura Ambiente.
As falhas detectadas são classificadas segundo critério de prioridade de manutenção, as quais levam em conta a carga e a velocidade do vento, calculando-se a temperatura que o componente teria em condição padrão de funcionamento (100 % de carga e sem vento).
O Relatório de Inspeção Termográfica apresentará as seguintes recomendações segundo o critério de prioridade:
   1.  Pontos Críticos  -  Efetuar manutenção o mais breve possível.
   2.  Pontos Sérios  -  Programar manutenção de forma conveniente.
Entende-se por manutenção não apenas a troca do componente, como também limpeza e ou reaperto. A observação de um componente envolve a verificação periódica da evolução térmica deste componente que a priori, não apresenta aquecimento que justifique uma ação sobre ele.
Por uma questão de aproveitamento de tempo de inspeção a execução de termogramas e imagens térmicas que ilustram o relatório é reservada apenas aos equipamentos anormalmente aquecidos de maior importância ou a critério do contratante. Componentes e equipamentos inspecionados sem temperatura anormal têm seus dados e identificação anotados.
Normalmente, o período entre as inspeções é determinado levando-se em consideração as diversas situações encontradas como, por exemplo, a idade das instalações, poeira ou outro ambiente agressivo. Também é possível determinar a frequência ideal quando a execução das inspeções já vem sendo realizada de forma regular. Com base nos pontos críticos encontrados nas últimas inspeções, podendo as mesmas ter sua periodicidade diminuída, no caso de serem encontrados vários pontos críticos ou aumentada, no caso de nenhum ponto crítico ser encontrado nas duas últimas inspeções.
 . . . 

A R3 Técnica Ltda. possui uma equipe com profissionais capacitados  para realizar inspeções termográficas em equipamentos e sistemas elétricos.
Entre em contato conosco para maiores informações. 
R3 Técnica Ltda. 
Tel.: (21) 2713-7332  /  (21) 98802-6684.
E-mail: r3tecnica@gmail.com


Nenhum comentário :

Postar um comentário